Avaí

Avaí perde para o Bragantino e se afasta do G-4 da Série B

Avaí perde para o Bragantino e se afasta do G-4 da Série B

O técnico Silas preferiu deixar William e Tatá em Florianópolis, o cansaço foi o motivo para o comandante do Avaí deixar o artilheiro do time fora da partida contra o Bragantino. Silas tem procurado sempre que possível repetir a equipe azurra em busca de entrosamento, a derrota por 1 a 0 para a equipe paulista, nesta terça-feira explica muito porque ele quer manter sempre a mesma equipe. Afinal a formação escolhida para encarar o Massa Bruta mostrou muitas dificuldades em criar jogadas. Situação que ficou ainda mais complicada quando Lucas Fernandes foi expulso, após cair na área e pedir um pênalti, que o árbitro Paulo Schleich Volkopf viu como uma simulação.

O Bragantino realmente é uma pedra no sapato avaiano. A última vitória do Leão contra a equipe paulista foi em 2013, depois disso foram cinco partidas, com quatro derrotas e um empate.

O pior para o Avaí foi ter se afastado do G-4. Além disso, o clube permanece com o tabu de não vencer longe da Ressacada. O último triunfo foi em fevereiro, quando bateu o Guarani de Palhoça pelo Campeonato Catarinense.

No Estádio Nabi Abi Chedid, o Leão foi surpreendido aos 18 minutos do primeiro tempo quando Bruno Pacheco apareceu sozinho pelo lado esquerdo e cruzou para Eliandro marcar.

Decepções no time azurra

Sem William, o técnico Silas deu outro oportunidade para Lucas Coelho. O centroavante emprestado pelo Grêmio, porém decepcionou mais uma vez. Apático em campo ele pouco criou.

Evidentemente, o maior problema do Leão na partida foram as criações das jogadas. Sem um meia clássico no elenco, Silas tem improvisado Tatá na função, como ele ficou em Florianópolis, poupado, o treinado tentou fazer a mesma coisa com Tauã, mas o rendimento do atacante no meio não foi o mesmo de quando ele joga pelos lados do campo.

Para recuperar, o Leão agora tem que pensar no clássico regional com o Joinville, sábado às 16h, na Ressacada. Vencer o rival catarinense é o único jeito de manter o Avaí próximo ao G-4 e olhando positivamente para o futuro, como Silas sempre repete em suas entrevistas coletivas.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO (1)

Felipe; Guilherme Andrade, Jesiel, Éder Lima, Bruno Pacheco; Serginho (Leandro Brasília), Edson Sitta, Watson (Erick); Tartá, Eliandro (E. Santana) e Léo Jaime

Técnico: Toninho Cecílio

AVAÍ (0)

Renan; Alemão, André Santos, Gabriel, João Paulo; Jajá (Caio César), Lucas de Sá, Tauã (Iury); Romarinho (Romulo), Lucas Fernandes e Lucas Coelho

Técnico: Silas

Gol: Eliandro (B), aos 18 minutos do 1º tempo
Cartões amarelos: Guilherme Andrade e Jesiel (B); Alemão, Gabriel e Caio César
Cartão vermelho: Lucas Fernandes (C)
Arbitragem: Paulo Schleich Vollkopf, auxiliado por Leandro Ruberdo e Daiane Muniz dos Santos (trio do MS)
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Público: 1.240
Renda: R$ 6.810,00

Fonte: DC

radiofloripa

junho 8th, 2016

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *