Economia

Governo federal oficializa concessão do Aeroporto Hercílio Luz

Governo federal oficializa concessão do Aeroporto Hercílio Luz

A concessão do Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, foi celebrada em evento do governo federal, com a presença do presidente Michel Temer, em evento na manhã deste quinta-feira em Brasília. A assinatura formal do contrato vai ocorrer somente nesta sexta-feira, mas a cerimônia de hoje marcou a oficialização dos acordos com as empresas vencedoras dos quatro terminais leiloados em março deste ano. Além da estrutura da Capital catarinense, foram cedidos à iniciativa privada os aeroportos de Porto Alegre, Fortaleza e Salvador.

Pelos próximos 30 anos, a Zurich, vencedora do leilão do Hercílio Luz, precisará investir R$ 960 milhões em melhorias na estrutura da Capital catarinense. A maioria desses investimentos, em torno de R$ 600 milhões, precisa ocorrer até setembro de 2019. A construção de um novo terminal de passageiros é a a obra mais esperada.

Segundo o ministro dos Transportes, Mauricio Quintella, durante o evento desta quinta-feira, os aeroportos leiloados correspondem a 12% de todo o mercado doméstico de voos brasileiros.

— Isso comprova que o Brasil é um país seguro para investimentos. Depois de 19 meses de queda no sistema aeroportuário, temos crescimentos consecutivos desde março deste ano — disse o ministro.

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), participou do evento em Brasília, comemorou a concessão e se comprometeu em entregar as obras de acesso ao novo terminal dentro do prazo de 26 meses que a Zurich tem para concluir o novo prédio:

— É um ganho extraordinário. Vamos superar um problema de infraestrutura e ganhar em qualidade.  Nosso compromisso é entregar todo o acessos ao Sul da Ilha nesse prazo até que o novo terminal fique pronto.

Para o executivo da Zurich e CEO do aeroporto de Florianópolis, Tobias Markert, a nova estrutura irá proporcionar negócios sem deixar de lado os valores locais:

— Estamos muito contentes por incluir Florianópolis em nosso portfólio. Queremos criar negócios e oferecer um serviço de alta qualidade para os passageiros, melhorar a infraestrutura e as operações da região, utilizando nossas boas práticas e o conhecimento no setor, sempre com o intuito de preservar os valores locais.

Em nota, a Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF) disse “o sucesso do projeto deve mostrar de forma objetiva e inconteste, mais uma vez, que a concessão de serviços ao setor privado garante maior eficiência no atendimento às demandas da sociedade e libera recursos públicos para aplicações em outras áreas”. A ACIF reafirmou seu o “apoio à busca de soluções mais eficientes para o desenvolvimento, o que inclui iniciativas como a própria concessão de serviços ou o estabelecimento de Parcerias Público Privadas (PPPs)”.

Investimentos de R$ 6,61 bilhões nos quatro aeroportos

Os investimentos nos quatro aeroporto concedidos à iniciativa privada nesta quinta-feira serão de R$ 6,61 bilhões, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). No leilão ocorrido em março na Bovespa, a Fraport arrematou o Aeroporto Internacional de Porto Alegre (RS), com uma oferta de R$ 290,5 milhões (valor mínimo era de R$ 30,5 milhões) que representa um ágio de 852%; e o Aeroporto Internacional de Fortaleza, no Ceará, por R$ 425 milhões (valor mínimo era de R$ 360,2 milhões), um ágio de 17,98%. A empresa alemã vai precisar investir R$ 3,301 bilhões nos dois terminais.

A francesa Vinci, com ágio de 113,25%, levou o Aeroporto Internacional de Salvador, na Bahia. O consórcio deu um lance de R$ R$ 660,9, a oferta mínima era de R$ 309,9. Para a melhoria da infraestrutura devem ser investidos R$ 2,35 bilhões.

O Aeroporto Internacional de Florianópolis, em Santa Catarina, teve o terceiro maior ágio, 58,02%. Foi arrematado pelo grupo suíço, Zurich, que fez uma oferta de R$ 83,3 milhões. O lance mínimo era de R$ 52,7. Já os investimentos previstos para esse terminal são de R$ 960,7 milhões.

Fonte:DC

radiofloripa

julho 27th, 2017

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *