Avaí

Luan e Judson travam o meio de campo do avaí

Luan e Judson travam o meio de campo do avaí

Enquanto os Luan Judson estiveram juntos em campo o Avaí não marcou bem e nem jogou também. Não dá! Um anula o outro e os dois juntos travam o Leão. É um ou outro, e mais uma vez o que se viu em campo comprovou isto. O Avaí só conseguiu fazer algo na partida depois que Luan se machucou. Entendo o receio de Claudinei Oliveira, mas às vezes chega a ser medo de jogar. Contra o São Paulo, desde o começo, o próprio adversário dava espaços que o Leão não aproveitou. Não havia como. Com a volta de Marquinhos, com a novidade Luan Pereira, não há mais motivos pra repetir a dupla Luan e Judson.

Quase! Mais uma vez

O Avaí esteve muito próximo de sair da zona de rebaixamento. Parecia que iria vencer o São Paulo, só que ficou no quase de novo. Como quase venceu o Santos e quase derrotou o Corinthians. E outra vez o time não foi efetivo. Como não foi, sempre que a rodada mostrava a possibilidade de vencer e sair da zona de rebaixamento. Mas é inegável que o time está e foi competitivo contra o São Paulo. Nem de perto o Leão foi desorganizado como foi nas partidas contra Coritiba e Atlético-PR. Mesmo assim o jogo não foi bom.

Um primeiro tempo bem amarrado e em que só o São Paulo criou, mas com uma chance real, numa cabeçada de Rodrigo Caio já em cima do apito final.O segundo tempo foi melhor, mais movimentado. O Avaí ganhou mais criatividade com Luan Pereira, o Luanzinho. E até marcou melhor. Os pênaltis existiram. Foram bobos, mas feitos e bem marcados por Leandro Vuaden. No final das contas o empate não é bom para os dois times. Mas também não é ruim. Só que, para o Avaí, vai exigir uma vitória sobre a Chapecoense na semana que vem.

Personagens

O jogo na Ressacada teve três jogadores e momentos especiais. São dois do Avaí e um do São Paulo. O primeiro deles é Douglas, que mais uma vez fez grandes defesas e teve uma atuação destacada. O goleiro do quase pegou o pênalti batido por Hernanes e depois fez uma defesa fantástica numa cobrança de falta do meia são-paulino.O segundo é justamente Hernanes, que não jogou tão bem como normalmente joga, mas fez este duelo com Douglas.

O terceiro personagem é Junior Dutra. O atacante, que vive ótima fase, levantou a Ressacada na cobrança de pênalti. Foi perfeito deslocando o goleiro Sidão. Estava pagando a dívida do jogo contra o Santos, em que perdeu um gol no último lance, e tirando o Avaí da zona de rebaixamento.

Mas, logo depois, Dutra perdeu um gol que possivelmente garantiria os três pontos. Ele recuperou a bola na saída errada do goleiro Sidão, mas, cara a cara com o goleiro tricolor, ele não conseguiu balançar a rede. É verdade que Sidão deu um leve toque na bola, salvando a meta paulista, mas Dutra tinha que fazer o 2 a 0. Vai pensar muito durante a semana na chance desperdiçada.

Fonte:HOraSC

radiofloripa

agosto 21st, 2017

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *