Geral

Veja categorias que paralisarão atividades nesta sexta-feira em SC

Veja categorias que paralisarão atividades nesta sexta-feira em SC

A greve geral convocada por centrais sindicais para esta sexta-feira em todo o Brasil vai afetar diversos serviços em Santa Catarina. Ao menos nove cidades terão paralisações. Veja abaixo as categorias que já definiram por participar da mobilização contra as reformas trabalhista e previdenciária.

Saúde 

O Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Saúde Pública Estadual e Privado de Florianópolis e Região (Sindsaúde-SC) informa que a categoria vai participar da mobilização e que as unidades devem ficar fechadas. Os trabalhadores devem fazer piquetes em frente a hospitais e eles indicam que até mesmo as emergências não devem abrir, tendo apenas um atendimento mínimo necessário. Já a Secretaria de Estado da Saúde informou, por meio de nota, que “embora ocorra a paralisação geral nesta sexta-feira, 28, as emergências dos hospitais públicos funcionarão normalmente”.

Educação

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinte-SC) também vai cruzar os braços. A entidade afirma que todas as escolas públicas do Estado devem parar. Ao menos duas escolas privadas da Capital — o Colégio Catarinense e o Educandário Imaculada Conceição — também não terão aulas. O IFSC comunicou que também vai parar. Na UFSC, a maior parte dos alunos ficará sem aulas, já que os técnicos administrativos e os professores ligados a uma associação (Andes) anunciaram adesão. Professores ligados a outra associação (Apufsc) realizarão uma assembleia na manhã de sexta para debater o tema.

Transporte público

Em Blumenau, os trabalhadores já definiram que não trabalharão na sexta-feira. Em Joinville, a paralisação será parcial, apenas no Terminal Central, entre 7h e 8h. Um ato deve ocorrer no local. Na Capital, os trabalhadores decidirão durante a noite se param ou não. Independentemente disso, a prefeitura anunciou que vans farão transporte alternativo.

Serviço público

Os sindicatos dos servidores das três maiores cidades do Estado anunciaram adesão à greve geral. Portanto, não deve haver prestação de serviço nos órgãos municipais de Blumenau, Florianópolis e Joinville.

Outros serviços  

Trabalhadores dos Correios e bancários também anunciaram que devem parar as atividades nas principais cidades do Estado. Nos Correios, uma greve já teve início nesta quinta-feira, porém ainda é parcial. Os aeroportuários decidiram aderir à mobilização nacional, portanto é provável que haja efeitos em escala, com atrasos ou até mesmo cancelamento de voos em Santa Catarina amanhã.

Fonte: DC

radiofloripa

abril 27th, 2017

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *